Analiticamente Incorrecto
2006/02/14
  Mictório
Hoje recebi um e’mail do Director-Geral dos Impostos, Dr. Paulo Moita de Macedo.
Admito que foi um sentimento controverso, em primeiro lugar o meu narcisismo reclamou, “está a ver pá, já és um gajo importante o Director-Geral dos Impostos, Dr. Paulo Moita de Macedo até te envia e’mails”. Depois apareceu a parte mais racionalzinha da minha pessoa,”o tipo não me conhece de lado nenhum, diacho querem lá ver que me esqueci de pagar alguma coisa?”
A cinzenta ganhou, abri um pouco a medo o referido, quase o desdobrando como se de uma carta se tratasse. Nunca se sabe se não vem uma virose daquelas que querem sacar os míseros cêntimos que restam no bolso já de si
desprovido do vil metal.
“Assim, gostaria de lhe dar conhecimento de algumas medidas, de simplificação e esclarecimento aos contribuintes, adoptadas já em 2006 pela DGCI, a saber: blá, blá blá…”
Ok, já percebi as virtudes da Internet ao serviço dos cobradores.
Fiquei com aquela sensação que qualquer ser humano tem quando a vontade de urinar aparece, a gente aperta, traça as pernas, coloca-se de lado, mas nada a fazer. Temos mesmo que ir ao mictório.
 
Comentários: Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]





<< Página inicial
Qualquer análise tem um ponto de vista incorrecto, mesmo não demonstrado, mesmo sem formas de entendimento.

Nome:
Localização: Sobral de Monte Agraço, Estremadura, Portugal
Arquivos
Abril 2005 / Agosto 2005 / Setembro 2005 / Outubro 2005 / Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Setembro 2006 / Dezembro 2008 /


Powered by Blogger

Subscrever
Mensagens [Atom]